Se você é um representante comercial, tem contato com indústrias, ou está com uma ideia para desenvolver um negócio em um mercado de nicho você precisa entender como funciona um marketplace

O conceito de marketplace é a disponibilização de produtos de diversos vendedores em um único ambiente, no nosso caso virtual, que é gerenciado por um terceiro, que pode ou não disponibilizar seus próprios produtos. Um dos exemplos mais fortes desse modelo é a Amazon, que serviu como referência para diversos outros projetos que foram criados posteriormente.

O marketplace assume a responsabilidade sobre o processo de venda, pelo gerenciamento das ações de marketing, pela efetivação da compra e captura do valor. Para o vendedor são encaminhados apenas os pedidos aprovados para que ele siga com o processo de expedição do produto para o cliente.

Para um e-commerce que já está em curso, um dos grandes benefícios de se adotar esse modelo é a possibilidade de aumentar, e muito, o mix de produtos oferecidos no site sem ter que arcar com o investimento em comprar produtos para estocar.

A principal receita de um marketplace é a comissão sobre as vendas realizadas, mas também existem outras oportunidades, algumas delas são:

Venda de espaço para anúncios: Com o aumento do volume de visitas o marketplace passa a assumir mais funções do que apenas a venda de produtos, ele se torna uma vitrine qualificada para os vendedores, podendo então cobrar por áreas de destaque no site.

Mensalidade por vendedor: Além da comissão sobre as vendas também pode ser cobrada uma mensalidade dos vendedores. Essa mensalidade seria paga independente do volume de vendas.

Venda de serviços agregados: O amadurecimento do negócio leva, consequentemente, a um maior entendimento sobre as necessidades dos vendedores, e com isso o marketplace pode começar a oferecer outros serviços. Entre eles, podemos citar: auxílio com fotografia, terceirização do cadastro de produtos, armazenagem, entre outros.

Pensando agora em custos, como um marketplace você não precisa se preocupar com o custo oneroso de estoque, ele centraliza todos os seus gastos basicamente em marketing, tecnologia, meios de pagamento e recursos humanos, que são os pilares de sustentação do negócio.

Se você tem interesse em conhecer mais sobre este modelo de negócios assine nossa newsletter para saber as novidades sobre estretégias de vendas no ambiente virtual.

Posts Relacionados

*/ ?>