3 - O empreendedor de sucesso entende o papel do Marketing e da Publicidade

Não existe um planejamento acadêmico que possa acompanhar a velocidade vertiginosa do mundo do marketing, por isso, muitas vezes o que nos ensinam nas universidades é exatamente o contrário do que é feito na vida real.

A forma de fazer marketing acaba sendo a mesma de dez anos atrás. Investe-se mais em meios tradicionais do que em novos meios e quando muito são feitos os velhos focus group e estudos de top of mind.

São comunicados sobretudo as funções e benefícios dos produtos, pensando que o preço é a estratégia número 1, apesar de não existir uma marca líder no mundo cuja principal estratégia tenha sido o preço baixo. Nem mesmo Alibaba e Amazon fundamentam seu sucesso no preço mais barato, o êxito está muito mais ligado à compreensão dos anseios do consumidor.

Paralelo a isso, tanto o empreendedor quanto o consumidor vêm tendo acesso a meios de produção de conteúdo, antes mais exclusivos, como produção e tratamento de fotos e produção de vídeos. Além da produção de conteúdo e a reação à propaganda totalmente visível na internet.

Cada usuário se tornou um publicitário, promovendo a si mesmo nas redes sociais.

Essa estrutura mental rígida e ações baseadas em conceitos pré-definidos fazem com que o setor de marketing e agências de publicidade acabem tendo que se adequar a uma sistemática meramente operacional, na maioria das vezes não conectada com o consumidor. Por isso, mais de 80% das ações de marketing falham e a sobrevivência média de um profissional de marketing em uma empresa é de somente 18 meses.

Correr e apagar incêndios é a nova rotina dos profissionais de marketing. De estrategistas criativos, tornam-se operadores administrativos. O mesmo ocorre com o publicitário, que acaba se tornando um mero operador.

Temos aí um erro grande de ambas as partes, do empreendedor “sabe tudo”, e dos setores de marketing e publicidade “estudei isso”.

Mas então, para que servem o Marketing e a Publicidade na verdade?

Muitas vezes o empreendedor está muito ligado a questões gerenciais, logísticas, networking, dentre outras, o que o acaba afastando da relação direta com o consumidor, comunicação em geral e tendências. Dessa forma, ele contrata um bom profissional de Marketing, o “especialista em clientes”, a pessoa que vai ficar de olho e compreender os insights valiosos e os comportamentos do consumidor que possam definir todo posicionamento e ações feitas pela empresa, baseadas nos objetivos comerciais estabelecidos.

A Agência de Publicidade, por sua vez, representa os “especialistas em comunicação e em mídias”. São eles que vão encontrar a melhor maneira de passar a mensagem, de traduzir o insight captado pelo marketing em uma linguagem que o consumidor entenda e se engaje, através das mídias (rádio, TV, internet, etc.) que melhor atinjam esse consumidor.

Posts Relacionados

Fale conosco